11.5.10

café com pão

Ela passou a manteiga no pão quente
Ele a olhou, incandescente.
Na mordida, estalou.
Foi o coração ou a casca do pão?
No canto da boca, uma migalha.
Posso? E a tocou.
Antes da chegada do café,
Já estava apaixonada.

5 comentários:

Michael disse...

Apenas o que precisava para se sentir melhor. Obrigado!

maíra disse...

q coisa mais linda! q sutileza com as palavras... te achei no blog da sônia hirsch - tudo de bom! rs - e gostei muito do q estou lendo! parabéns pelo blog!

Paloma Zaragoza disse...

Obrigada Maíra. O Blog é novo e a escritora esperançosa! Divulgue ele e encare algumas receitas para me contar depois!

Grande beijo

paloma

a. disse...

adorei.

Jana disse...

ainda bem que voltou a postar. quem tava na esperança era eu. e as recitas? manda mais!!!!

beijos prôce!